24dez
2015
0

Saiba quais itens analisar na hora de comprar um brinquedo para presentear no Natal

O Natal está chegando e, com certeza, as crianças já estão super ansiosas para abrir os presentes da árvore de Natal. Mas, por trás de tanta expectativa e alegria, existem alguns perigos que podem interferir na comemoração de toda a família.

Quando o assunto é o cuidado com os filhos, à hora de brincar também precisa entrar nessa lista de atenção. Por isso, o momento da compra de um item pode ser mais complexo do que  apenas atender aos pedidos dos pequenos. Para escolher um brinquedo, detalhes que podem colocar em risco a segurança das crianças devem ser analisados.

Veja a seguir algumas dicas para garantir um Natal feliz e seguro para a garotada. Afinal, não há nada mais gratificante do que poder prestigiar a alegria e encanto das crianças nessa época do ano.

Produtos Falsificados
Os produtos falsificados parecem seguros e realmente são mais acessíveis, comparados com os modelos originais, mas há detalhes impossíveis de observar a olho nu que podem causar acidentes. Segundo especialistas, uma massa de modelar, por exemplo, pode conter substâncias cancerígenas, algo que só é confirmado por exames em laboratório. Mas 90% dos acidentes relacionados a brinquedos, de acordo com os  estudos norte-americanos, são causados por sufocação provocada por partes pequenas.

Certificação do Inmetro
O selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) é a certificação que o produto que está adquirindo foi testado e, dificilmente, causará acidentes.

Faixa etária
Agora que você optou comprar um brinquedo original e com selo de certificação do Inmetro, não significa que os cuidados acabaram. Analisar a faixa etária também é extremamente importante. Essa informação fica impressa na caixa e deve sim ser levada em consideração na hora de escolher o presente. Fique atento!

Acompanhe a brincadeira
As crianças menores têm o hábito de colocar as mãos e objetos na boca.  Por isso, todo cuidado é pouco, principalmente com os bebês! Fique atento e não ofereça brinquedos com peças pequenas. Acompanhar a brincadeira com atenção é sempre a melhor forma de evitar acidentes. Sabemos bem que um segundo de distração é tempo suficiente para os pequenos aprontarem.

Atenção a embalagem
A embalagem além de proteger o produto e de indicar a idade destinada, possui outras informações que são importantes e devem estar observadas. Por exemplo, o material que aquele item foi fabricado, endereço do fabricante, contato do SAC e orientações sobre as indicações daquele brinquedo também devem estar na embalagem e podem ajudar em caso de qualquer imprevisto.

Mas afinal, depois de tantos cuidados, há uma pergunta que sempre surge nos questionamentos dos pais: como é feita a avaliação de um brinquedo no Brasil?

De acordo com a divulgação da revista Crescer, os testes seguem a norma NM 300/2002, acordo que padroniza a segurança dos brinquedos nos países membros do Mercosul. Os produtos são submetidos a ensaios físicos, químicos e elétricos, entre outros. Somente aqueles que atendem a todos os requisitos, incluindo os produtos importados, é que recebem um selo de certificação.

Boa diversão!

Olá, sou a Fabiana! Além de jornalista, curiosa e comunicativa, sou mãe de uma princesinha, por isso quero compartilhar cada etapa dessa linda experiência com você.

Sem Comentários

Resposta